ONG feminista há 20 anos na defesa dos direitos das mulheres

Projeto de aplicativo voltado para empregadas domésticas é apresentado no TRT-RS

Via Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região
Fonte: texto de Guilherme Villa Verde, foto de Inácio do Canto (Secom/TRT-RS)

Representantes da ONG Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos participaram de uma reunião no TRT-RS nessa quinta-feira (23/3) para apresentar o aplicativo Laudelina, voltado a trabalhadoras e trabalhadores domésticos. O encontro contou com a presença de representantes da Justiça do Trabalho gaúcha, da OAB-RS, do Ministério Público do Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego, da Associação dos Peritos na Justiça do Trabalho, da Central Única dos Trabalhadores e da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas.

A versão inicial do aplicativo Laudelina terá um guia sobre os direitos trabalhistas da categoria, ferramentas que calculam salários, benefícios e valores da rescisão contratual, uma rede de contatos entre as trabalhadores e entidades representativas, telefones e endereços úteis, além de um espaço para denúncias de abusos. Durante a reunião, foi estabelecido que as instituições irão assinar um Termo de Compromisso, com o objetivo de colaborar para o desenvolvimento do conteúdo do aplicativo e sua divulgação.

O aplicativo Laudelina foi criado pela ONG Themis durante sua participação no Desafio de Impacto Social Google 2016. Conforme a coordenadora de projetos Michele Savicki, a iniciativa busca assegurar que as pessoas que estão no trabalho doméstico tenham consciência dos seus direitos e a possibilidade de exigi-los, contribuindo para a redução das desigualdades sociais. Atualmente, cerca de 90% da categoria é composta por mulheres e mais de 60% são negras. Menos de 30% das trabalhadoras domésticas têm a relação de emprego formalizada por CTPS.


Veja outras notícias