ONG feminista há 20 anos na defesa dos direitos das mulheres

Polícia investiga ataques com ácido em Berlim

Via G1

Desde dezembro, cinco mulheres foram atacadas na capital alemã por ciclista que jogou líquido contra elas. Em agressão mais recente, vítima sofreu lesão grave no olho.

A polícia de Berlim afirmou nesta terça-feira (28/02) que está investigando uma série de ataques a mulheres com ácido ocorridos nos últimos três meses. Desde dezembro, cinco casos semelhantes foram registrados na cidade.
O último incidente ocorreu na madrugada desta terça-feira. Uma mulher de 27 anos foi atacada enquanto caminhava no bairro de Friedrichshain por um ciclista que jogou um ácido em seu rosto. A vítima foi levada para o hospital com uma lesão grave no olho.
“A mulher nos contou que estava na calçada quando um ciclista veio em sua direção e jogou um liquido nela”, disse a porta-voz da polícia Kerstin Ismer à emissora de televisão rbb.
Esse foi o quinto caso de ataque com ácido na capital alemã desde dezembro. Em 12 de janeiro, um ciclista jogou um líquido contra uma mulher que caminhava por volta das 23h no bairro de Prenzlauer Berg. O suspeito fugiu em seguida.
Em dezembro, três mulheres sofreram ataques semelhantes nos bairros de Prenzlauer Berg, Weissensee e Charlottenburg. Em todos os ataques, as vítimas precisaram de tratamento médicos devido a irritações na pele causadas pelo líquido usado pelo agressor.
De acordo com o jornal alemão Die Welt, em um dos ataques o agressor teria usado uma pistola d’água. Em outro caso, ácido sulfúrico foi utilizado na agressão. A polícia investiga se há alguma ligação entre os casos.


Veja outras notícias