ONG feminista há 20 anos na defesa dos direitos das mulheres

E se você não pudesse ouvir sua música preferida apenas por ela ser mulher?

topo_nota
Sim, você leu certo.
A partir de hoje, Carolina, Natasha, Irene, Milla e Maria serão silenciadas dentro das principais rádios e plataformas musicais.
Porque é isso o que acontece quando uma mulher sofre um tipo específico de violência:

O feminicídio.

A cada hora e meia, uma mulher é assassinada apenas por ser mulher.
Por ano, estima-se que mais de cinco mil mulheres sejam caladas, só no Brasil.
No caso de mulheres negras, a porcentagem é ainda maior: houve uma alta de 54,2% nos últimos dez anos. São dados que colocam nosso país em quinto lugar no ranking mundial do feminicídio, junto com outros 83 países.
Mesmo com números que falam por si, milhares de mulheres continuarão sendo silenciadas todos os dias.
Não deixe que isso aconteça.
Essa causa precisa da sua voz.
Disque 180 e denuncie.
Uma iniciativa da Themis.

Veja outras notícias