ONG feminista há 20 anos na defesa dos direitos das mulheres

Aula inaugural do curso de PLPs é realizada na UniRitter campus Canoas

A aula inaugural do segundo  curso de Promotoras Legais Populares da cidade de Canoas será realizada hoje, dia 29. O evento ocorre às 19h, na UniRitter campus Canoas (Santos Dumont, 888 – bairro Niterói). Na ocasião, estarão  presentes a juíza da Vara de  Canoas de Violência Doméstica Familiar contra a Mulher, Fabiana Pagel da Silva, e a capitã Clarisse Heck, coordenadora da Patrulha Maria da Penha de Canoas, entre outras convidadas.

A iniciativa é uma parceria entre o Mestrado em Direitos Humanos, a Escola de Direito da UniRitter e a ONG THEMIS – Gênero, Justiça e Direitos Humanos.  O curso ocorrerá aos sábados, durante quatro meses, na UniRitter campus Canoas.  O objetivo do curso é formar um grupo de mulheres Promotoras Legais Populares (PLPs), lideranças comunitárias dos bairros Estância Velha, Fátima, Guajuviras, Niterói e Rio Branco.

As PLPs atuam voluntariamente em suas comunidades na orientação e na triagem de demandas de violações de direitos, bem como na articulação com a rede de serviços públicos socioassistenciais. A THEMIS atua na formação de PLPs desde 1993 com o intuito de formar multiplicadoras de Direitos Humanos nas mais diversas comunidades. O objetivo é promover a conscientização de que todas as mulheres têm acesso à Justiça e também fazem parte desse sistema e, por isso,  podem atuar dentro dele se souberem as etapas de cada rito. Ao longo de 23 anos, a THEMIS já formou cerca de 500 PLPs em 16 edições do curso concluídas somente na cidade de Porto Alegre, as quais atuam em bairros como a Restinga, Morro da Cruz, Centro.

Serviço

2 º Curso de Promotoras Legais Populares em Canoas: ministrado pela ONG Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos.

Aula inaugural: dia 29 de junho, às  19h, na UniRitter campus Canoas (Santos Dumont, 888 – bairro Niterói).

Aulas: aos sábados, durante 4 meses no mesmo local.


Veja outras notícias

.