ONG feminista há 20 anos na defesa dos direitos das mulheres

Aplicativo PLP 2.0 é uma das três melhores iniciativas das Américas, segundo a OEA

O aplicativo PLP 2.0, idealizado pela Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos e Geledés – Instituto da Mulher Negra, desenvolvido pela Conseptu, é uma das três melhores iniciativas das Américas no uso das tecnologias de informação e de comunicação para prevenir e erradicar a violência contra as mulheres, segundo a Organização dos Estados Americanos – OEA.

O app é um instrumento para auxiliar mulheres em situação de violência doméstica, familiar ou sexual. O projeto ganhou o Prêmio Desafio de Impacto Social Google 2014. As mulheres usuárias do aplicativo possuem medida protetiva de urgência e são escolhidas pela juíza da Vara de Violência Doméstica conforme o maior grau de vulnerabilidade a que estão expostas. O botão do pânico do app PLP 2.0 aciona a polícia militar e envia um aviso às PLPs – lideranças comunitárias que participaram de cursos de formação sobre os direitos das mulheres e que são capazes de compartilhar informação e apoio às vítimas de violência doméstica e sexual.

plp_apresentacao-atualizada

Os outros dois programas premiados foram o aplicativo Ellas Libres de Violencias -Todas Libres, Todas con ELLAS, da Red Nacional de Mujeres – Colômbia, e Ecos de Mirabal, México.

A convocatória para o prêmio ““Las TIC para prevenir y erradicar la violencia contra las mujeres” surgiu como uma necessidade da OEA, da Comissão Interamericana de Telecomunicações – CITEL e da Comissão Interamericana de Mulheres – CIM em reconhecer os exemplos de liderança que se destacaram nas Américas por seu apoio na prevenção e erradicação da violência contra as mulheres.

A premiação será em fevereiro, durante a 30ª Reunião do Comitê Consultivo Permanente I: Telecomunicações, na qual as instituições receberão o reconhecimento formal outorgado pelo Secretário Geral da OEA e apresentarão a iniciativa, que será difundida através das plataformas da CITEL, CIM e OEA.

Mais informações: https://www.citel.oas.org/es/paginas/pcci/default.aspx


Veja outras notícias